quinta-feira, maio 25

Marcas de swimwear que podiam morar lá em casa

O Verão aproxima-se e traz com ele aquela sede infinita de comprar biquínis e fatos de banho que nos roubam o coração e a nos levam à falência. E sim, são estas as marcas de swimwear que podiam muito bem abundar lá por casa. São fofas até mais não, trazem padrões giríssimos e fatos de banho e triquinis que roubam o protagonismo a muitos biquínis e sussurram baixinho ao meu ouvido: vem, sem medos, ficava tão bem no teu roupeiro. 

1. Benoliel




2. Tricirculo




3. Cantê




4. Fio Rosa



5. Nyos



6. Hinna


@Créditos: Fotos das marcas aqui representadas. Só as montagens são da minha autoria.


E vocês, quais são as vossas marcas de swimwear preferidas?

Um beijo

quarta-feira, maio 24

Movimento: solta o girlpower que há em ti!

Hoje falo-vos da importância do girlpower na minha vida e do que resolvi chamar de movimento: solta o girlpower que há em ti! Sim, o girlpower assumiu um papel no meu dia a dia bastante importante, já que acredito vivamente que uma mulher pode fazer a diferença, mas todas juntas podem mudar o mundo. E é mesmo isso que estas fotos representam para mim, é mesmo esse o papel delas na minha vida e na vida das minhas seguidoras. Porque eu também sou diariamente inspirada por mulheres gigantes que felizmente fazem parte da minha vida e às quais agradeço diariamente: a minha mãe, a minha irmã, a Joana, a Helena, a Vânia, a Cátia, a Evódia, a Marina, a Isadora, a Lara, a Milene, a Marta, a Liliana, a Inês, a Catarina, a Ana Paula, a Maria, a Carina, a Carla, a Ana Machado e tantas, tantas outras. A todas elas agradeço de coração cheio por, cada uma à sua maneira, inspirarem a minha vida. 


Mulheres que representam (para mim) o girlpower em Portugal: 
Mariana Duarte Silva (do Village Undergound Lisboa), Lara Vidreiro e Filipa Neto (fundadoras da Chic by Choice), Cristina Fonseca (fundadora da Talkdesk), Filipa Larangeira (fundadora da Orangeboom e co-fundadora da Newmanity project), Filipa Júlio (fundadora da Josefinas) e a lista continua. 


O girlpower na minha vida:
Acredito que juntas somos mais fortes. Sei que há medo de divulgar o trabalho dos outros, talvez pelo medo que eles sejam melhores que nós. Felizmente não penso assim. Felizmente não sei ser de outra forma e reconheço a importância do trabalho dos outros no meu crescimento pessoal e acredito que juntas podemos mesmo fazer a diferença. 


A minha missão de vida: 
Ajudar o outro. Desenvolver um método de vida sustentável que me permita dar aulas em África, na Índia e em todos os cantos do mundo onde precisem de mim, tanto a crianças como a mulheres, potenciando o empoderamento feminino e a literacia, de modo a desenvolver oportunidades onde elas não existem.  


O desafio:
É tão simples quanto isto: a todas vocês que me inspiram e a todas as minhas seguidoras (seguidores homens, desculpem-me, mas o destaque hoje é para elas mesmo), proponho-vos que respondam a esta pergunta: qual é a vossa missão de vida? Elaborem uma imagem, um post, o que quiserem e postem no vosso blog ou no vosso Instagram. Sejam criativas ao máximo e vamos lá, inspirar por esse mundo fora. Mas acima de tudo, sejam felizes! 

PS - identifiquem-me no Instagram @raquel.cristina.52 e mencionem este post (no caso de elaborarem um post no vosso blog) e adicionem pessoas a este movimento.

Vamos lá, solta o girlpower que há em ti!







Fotografia: Humberto Santos
Produção: Carlos Silva
Make-up: Carina Silva
Cabelos: Carla Canhola

terça-feira, maio 23

The Konjac Sponge - Rainforest Collection

Sou um bocadinho desconfiada no que toca a produtos faciais, confesso. E mais ainda no que toca a produtos desmaquilhantes. Isto porque todas sabemos a importância de limpar bem a pele e de tirar muito bem a maquilhagem, mas o que é certo é que há dias em que acabamos por nos deixar desleixar um bocadinho, por razões várias. E mesmo já tendo interiorizado a minha rotina de beleza e preferindo sempre produtos o mais naturais possíveis (e cruelty free) dou por mim sempre à procura dos melhores aliados no que toca a economizar (tempo e dinheiro) e no que toca a eficácia. E foi exatamente o que aconteceu com a The Konjac Sponge. É caso para dizer: primeiro estranha-se, depois entranha-se. Mas neste caso não foi muito bem assim. Porque assim que ouvi falar delas apaixonei-me pelo conceito: esponjas feitas à mão a partir de fibras vegetais de uma planta de nome konjac, rochas vulcânicas e água pura filtrada, sem corantes e aditivos, biodegradáveis, não testadas em animais e sustentáveis? Wow! Ouro sobre azul! Mas será que na pratica funcionam?


A The Konjac Sponge:
Imaginem a minha reação ao ver aquele pacote fofinho com um sapo, a dizer French Green Clay Pore Refiner - Rainforest Collection, com um bilhete à mão lá dentro. Os meus olhinhos brilharam logo. Mas, por momentos, de olhos já esbogalhados, ao ver que a esponja era dura pensei: credo, como é que isto vai funcionar na minha pele mista com tendência a oleosa na zona T?


Como usar:
Assim que comecei a ler desvendei o mistério: para usá-la basta passá-la por água corrente e aperta-la várias vezes para que fique maleável e com o dobro do tamanho. Depois, é só aplicar o produto de limpeza que usamos na nossa rotina de beleza diretamente na esponja (pode também ser usada sem nada) e lavar o rosto com ela. Terminada a limpeza, é só enxaguar a cara e limpar e lavar a esponja com água corrente, esprendo-a (sem torcer) para tirar o escesso de água e pendurar (pelo fiozinho que traz) a secar. 



A minha opinião:
Mas resulta? Perguntam vocês. Sou suspeita, muito suspeita. Arrisco dizer, com todo o meu coração sincero, que a The Konjac Sponge se tornou na minha mais recente melhor amiga. É tão fácil de usar, absorve super bem o produto de limpeza que uso, diminuindo a quantidade de produto aplicada por utilização e poupando-me imenso tempo porque basta "esfregar" a cara et voilà! E eu já só dizia, confesso: oh mãe, anda ver. Isto é tão mas tão bom! (sim, porque a minha mãe reclama quando, após minutos a fio a tirar a maquilhagem ainda consigo sujar a toalha). 

Os benefícios:
A esponja é suave na pele depois de molhada e lava o rosto em profundidade;
Deixa a pele super macia;
Pode ser aplicada em redor dos olhos e na boca e até pode ser usada sem produto, economizando bastante o mesmo;
Reduz os poros. 

Só tenho pena que demore um bocado a secar (porque seca ao natural) e não a possa levar comigo quando durmo fora de casa, por exemplo. Mas levarei certamente nos fins de semana passados fora e nas férias, porque além de pequenininha, poupa-me imenso tempo!
E vocês, já conheciam? Recomendo-vos tanto, mas tanto. Esta é, sem dúvida, a minha melhor aliada de beleza dos últimos tempos.

Mal posso esperar por experimentar todas as outras e as corporais também!
❤️


Instagram