domingo, julho 24

"Há muitos Pokémons na Síria, vem salvar-me"

É isto o que vos tenho a dizer sobre a nova febre dos Pokémons. Tomara que as pessoas ponham a mão na consciência ao ver a campanha que a RFS fez com crianças da Síria com desenhos de Pokémons e com legendas como "Há muitos Pokémons na Síria, vem salvar-me" ou mesmo ao ver a montagem de sensibilização para o abandono animal.
E não me tentem arranjar explicações para as pessoas andarem no seu horário de trabalho, inclusive em centros comerciais, a encontrar "animais" que não existem. Não vou compreender. Não quero compreender. Não sou anti-social, não sou sequer contra estes jogos, mas ainda estamos no mundo real. E é preocupante. Assim como é preocupante o tempo que passamos agarrados às redes sociais, a partilhar a nossa vida toda, a criar popularidade no Facebook e Instagram, em vez de VIVERMOS, de darmos valor a quem somos, ao que temos e a quem nos é importante. E quero acreditar que não sou a única a pensar assim.












11 comentários:

  1. What a strong message. I hope you keep in touch, I would love to hear from you!

    Follow me @qingsstyle on Instagram and Twitter!

    Qing's Style

    ResponderEliminar
  2. Adorei o post! Concordo a 100% contigo.
    www.thewhiteeyebrow.com

    ResponderEliminar
  3. Não conhecia esta campanha e gostei bastante.
    A questão que partilhaste sobre a procura de popularidade nas redes, eu sinto que há muitas vertentes, quem partilhe porque realmente gosta de partilhar com quem os segue (e à partida, é a pessoa que dita quem a segue, podemos assumir que são amigos e família) e quem realmente procura alguma atenção, que sinto que é já algo que se vai contagiar fortemente pelas futuras gerações...
    http://amiudasempreaandar.blogspot.pt/2016/07/sentindo-de-o-humor.html

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Concordo contigo Patrícia, há um bocadinho de tudo, mas já vai de cada um.

      Eliminar
  4. Estou completamente de acordo com o post. As pessoas fazem o que a "maralha" faz também, não param para ver se aquilo faz realmente sentido... Tanta energia desperdiçada em banalidades, tantas vidas vividas (ou afogadas) numa superficialidade de meter dó...
    A parte boa é que se me perguntarem o que é que ando a fazer na rua a altas horas da noite e eu disser que ando a alimentar gatos/cães, muitas pessoas torcem o nariz, porque não gostam de animais abandonados e até me julgam esquisito (e, quiçá, potencialmente perigoso) por me preocupar com eles, etc.... Agora posso dizer que ando a caçar pokemons e já não sou um motivo de preocupação para os vizinhos, porque me vêem como um cidadão "normal"! :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Bato palmas. Parecia que estavas a contar a história da minha vida!

      Eliminar
  5. Gostei muito do post! Não conhecia esta campanha mas, realmente, são mensagens fortes e com muito significado!
    Grande verdade!!!

    http://glamourandsparkletrends.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Sem dúvida Inês, para ver se chega à consciência das pessoas!

      Eliminar
  6. até arrepia esta campanha. concordo totalmente com este post e com o que dizes.
    é mesmo preocupante...
    beijinho
    elisaumarapariganormal.blogspot.pt

    ResponderEliminar